Quer melhorar seu astral em 2 minutos?

Hoje eu acordei com uma preguiça! Sentei diante do computador com a minha tradicional caneca com café com leite e comecei a ler notícias, posts do Facebook e enumerar as tarefas que eu precisava fazer no dia. E não parava de bocejar. Uma, duas, três vezes. Até que isso começou a me irritar profundamente.

IMG_20151028_122421465

Já aconteceu isso com você? Ter um milhão (ok, meio exagerado, rsrsrs) de coisas pra fazer e não conseguir encontrar motivação? Olhei pra cama e tudo o que pensei é que gostaria de voltar pra ela. Concentre-se, Patrícia. Concentre-se!

Pensar diferente às vezes não é suficiente. E foi então que eu me lembrei de uma lição quase mágica que aprendi através da PNL (Programação Neurolinguística). Eu venho me aprofundando nesses estudos há um ano e contei AQUI.

Primeira coisa a ser feita: mudar a minha postura corporal. Notei que eu estava encolhida na cadeira. Não só a minha mente estava desanimada, mas o meu corpo inteiro. Entrei no Youtube e busquei uma música que sempre uso para mudar o meu estado de ânimo. Praticamente todos têm aquela preferida que basta tocar para querer afastar os móveis e dançar. Essa é a minha!

Levei meu celular para a cozinha e encarei a pilha de louças para lavar. Pois é… Escritora e dona de casa. Pensa que é só feira do livro e glamour? rsrsrs… Coloquei a música no último volume e comecei a encarar os pratos e copos. Imagino que você certamente está rindo ao visualizar a cena. Mão cheia de detergente e rebolando na cozinha. Não. Eu não filmei isso, nem adianta pedir, hahaha! Mesmo encarando uma tarefa chata (pelo menos pra mim!), resolvi que não ia ficar pra baixo. Quando a música acabou, repeti. E, no fim de tudo, estava com outro astral e com a pia arrumadinha.

É claro que você já está cansado de saber que colocar a sua música preferida te anima. Mas o que você talvez ainda não saiba é que essa animação também é biológica, não apenas mental.

A linguagem corporal afeta a maneira como os outros nos vêem, mas também pode mudar a maneira como nos vemos. A psicóloga social Amy Cuddy nos mostra como “fazer poses de poder” — ficar numa postura confiante, mesmo quando não nos sentimos confiantes — pode afetar os níveis de testosterona e cortisol no cérebro, e pode até ter um impacto nas nossas chances de sucesso.

A citação foi retirada do site TED. O vídeo abaixo tem  aproximadamente 20 minutos e recomendo fortemente que assista. Você entenderá que mudando a sua postura por apenas dois minutos transformará o seu estado de ânimo.

Aprendi sobre as “poses de poder” no ano passado. Eu sei que você vai se sentir meio bobo. Eu me senti assim. Mas, depois que eu pude comprovar que funciona na prática, sempre recorro ao exercício.

Captura_TruquesdaMente_Temp4Epi14É assinante Netflix? Eu adoro o seriado “Truques da Mente” (Brain Games). No último fim de semana assisti um episódio que simulava justamente essas poses de poder do experimento da Amy Cuddy. Foi bem divertido! Temporada 4, episódio 14. Assista!

Os experimentos da Amy Cuddy são muito bem descritos no livro do Aldo Novak: Força de Impacto – Como ter desempenho extremo quando você mais precisa. A leitura é muito fácil. Comprei pela Amazon e chegou rapidinho.

Recomendo também o vídeo do meu mestre e querido amigo Kau Mascarenhas. Além de citar o experimento da Amy Cuddy,  dá dicas incríveis de autodesenvolvimento.

Espero que tenha curtido as dicas de hoje. Coloque em prática! Tenho certeza que você vai notar a diferença para melhor.

Estou trabalhando em um novo projeto no momento. E, muito em breve, dicas como essas serão bem constantes. Curta a minha página no Facebook e aguarde as novidades!

Um beijo e até a próxima!

Anúncios

Sobre patriciabarboza

Sou escritora e palestrante. Adoro escrever para adolescentes!
Esse post foi publicado em Autodesenvolvimento e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s